Artigo – Edmundo Viana fala sobre o Concurso Rainha do Carnaval

Conheci a escolha da rainha do carnaval e suas princesas ainda adolescente, este evento foi criado pela revista Única, que por sinal era a única revista de Salvador na década de 50. A revista pertencia ao jornalista Amado Coutinho que acumulava também a função de presidente do clube comercial , até hoje existente na Avenida Sete. O clube comercial promovia bailes carnavalescos e seu presidente realizava a escolha da rainha do carnaval e suas princesas que desfilavam durante os dias de Carnaval nos carros alegóricos ricamente decorados que abrilhantavam o Carnaval do Campo Grande a Praça da Sé, carros estes que pertenciam aos clubes fantoches da Euterpe, Cruz Vermelha, inocentes e progressos, cavaleiros da liberdade, dentre outros.

O evento Rainha do Carnaval continuou firme quando a ABCC – associação Bahiana dos Cronistas Carnavalescos – constituída dos cronistas dos principais jornais, promoviam anualmente o concurso, destacando o jornalista Moacir Nery que durante anos não deixou a tradição e a historia do evento cair no ostracismo, muito pelo contrario, ano a ano alcançava mais brilho. A eleição da rainha do carnaval acontecia nos clubes sociais mais populares de salvador, como o Flamengo de Periperi, Esporte Clube Periperi, o já extinto Piatã Clube, Campomar, Cabana da Barra e até mesmo no teatro Vila Velha.

A cada ano aumentava o sucesso do concurso que era abrilhantado por patrocinadores de peso, como a loja Duas Américas, o maior magazine da cidade que promoviam gritos de carnaval na rua Chile. O concurso rainha do carnaval é um marco na historia do carnaval baiano.
Depois da ABCC, o evento foi assumido por Gorgônio e, graças a ele, a história deste concurso marcante continua, pois ela é indispensável para o carnaval baiano.    
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>